Kirsten Dunst vai estrear-se na realização com a adaptação de ‘A Campânula de Vidro’

kirsten-dunst_a-campanula-de-vidro

Kirsten Dunst vai fazer a sua estreia como realizadora de longas-metragens com a adaptação cinematográfica de ‘A Campânula de Vidro’ (The Bell Jar), clássico livro de Sylvia Plath, que aborda o tema da depressão de uma forma comovente. O livro foi escrito pouco antes do suicídio de Plath, aos 30 anos e publicado pela vez, um mês depois da sua morte.

Para o elenco, as novidades anunciam as novas contratações de Patricia Arquette, vencedora de um Óscar por ‘Boyhood – Momentos de uma Vida‘ e da jovem Bel Powley (Iguais), que se juntam aos anteriormente confirmados, Dakota Fanning (Agora Fico Bem) e Jesse Plemons (A Ponte dos Espiões).

O argumento escrito por Dunst e Nellie Kim, está centrada em Esther Greenwood (Fanning), uma jovem que faz um estágio numa revista em Nova Iorque, mas que volta para a sua casa em Boston, após um colapso na sua vida. No entanto, Esther começa a sofrer de distúrbios mentais.

A obra foi adaptado pela primeira vez ao grande ecrã, em 1979, com o título português ‘Canção para Uma Louca’, protagonizado por Marilyn Hassett. Em 2003, Gwyneth Paltrow interpretou Plath, no filme biográfico ‘Sylvia’.

Como realizadora, Dunst dirigiu duas curtas-metragens. Como atriz, apareceu pela última vez nos nossos cinemas em 2014, com ‘As Duas Faces de Janeiro’ e o regresso está previsto para fevereiro de 2017, com o drama ‘Elementos Secretos’.

As filmagens de ‘The Bell Jar’ estão programadas para começarem no início de 2017. A data de estreia ainda não foi anunciada.

BIGTheme.net • Free Website Templates - Downlaod Full Themes