Festival de Berlim: Curta-metragem portuguesa ‘Cidade Pequena’ venceu o Urso de Ouro

‘Cidade Pequena’, filme do realizador portuense Diogo Costa Amarante, foi o vencedor do Urso de Ouro de Melhor Curta-Metragem do Festival Internacional de Cinema de Berlim.

O filme é protagonizado por Frederico Costa Amarante Barreto e Mara Costa Amarante, em cuja sinopse se pode ler: “Quando Frederico, de seis anos, descobre na escola que as pessoas morrem quando os corações param de bater, não consegue dormir nessa noite. No dia seguinte, a sua mãe pergunta na escola novamente: será que se deve contar sempre a verdade às crianças?”.

Com esta distinção, o cinema português sai da Berlinale com o terceiro Urso de Ouro em curtas-metragens, depois de “Rafa”, de João Salaviza, em 2012, e de “Balada de um Batráquio”, de Leonor Teles, este último conquistado na edição do ano passado.

Também em destaque neste festival esteve ‘Os Humores Artificiais’, filme de Gabriel Abrantes, que foi nomeado para concorrer aos “Óscares” europeus de curtas-metragens de 2017, prémios entregues pela European Film Academy, que vai decorrer em Berlim a 9 de dezembro.

Na secção oficial de longas-metragens, o Urso de Ouro de Melhor Filme foi para ‘On Body and Soul’, drama realizada pela cineasta húngara Ildikó Enyedi. Os restantes premiados com o Urso de Prata nesta secção competitiva foram:

Grande Prémio do Júri
– ‘Felicité’, de Alain Gomis

Melhor Realizador
– Aki Kaurismäki por ‘The Other Side Of Hope’

Melhor Atriz
– Kim Ming-Hee por ‘On The Beach At Night Alone’

Melhor Ator
– Georg Friedrich por ‘Bright Nights’

Melhor Argumento
– Sebastián Lelio e Gonzalo Maza por ‘Una mujer fantástica’

Prémio Alfred Bauer
– ‘Pokot’ (Spoor), de Agnieszka Holland’

Contribuição Artística
– Dana Bunescu pela montagem de ‘Ana, Mon Amour’