“Comboio de Sal e Açucar” é o candidato de Moçambique aos Óscares

Através da página oficial no Facebook, a Ukbar Filmes, produtora do filme, anunciou que “Comboio de Sal e Açucar“, é o candidato de Moçambique na corrida aos Óscares. Descrito como um “western africano”, este drama de guerra de Licínio Azevedo, realizador brasileiro radicado hà muitos anos naquele país, estreia hoje nos cinemas de Portugal.

Segundo a produtora, é a primeira vez na história do cinema moçambicano que um filme é submetido à Americana de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA, para tentar uma vaga nos cinco nomeados ao Óscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira. Os títulos dos cinco filmes finalistas serão anunciados a 23 de janeiro de 2018 e o vencedor será revelado na cerimónia de entrega dos prémios da 90ª edição dos Óscares, que se realiza no dia 4 de março de 2018.

Na trama, Moçambique está em plena guerra civil. Dois capitães lutam pelo amor de Rosa. O comboio que liga Nampula ao Malawi é a única esperança para centenas de pessoas dispostas a arriscar a própria vida numa viagem de comboio para garantir a subsistência das suas famílias. Uma viagem que decorre a 5km/h por trechos de linha sabotados, deixando completamente vulneráveis todos os que nele viajam e que procuram esperança em tempo de guerra.

Confira a lista dos filmes submetidos até ao momento e assista ao trailer:

Artigos relacionados