Warner Bros. volta a insistir no desenvolvimento da sequela de “No Limite do Amanhã”

Sequela do filme No Limite do Amanhã

A Warner Bros. Pictures parece determinada a avançar finalmente com um projeto que está idealizado de 2016, a sequela de “No Limite do Amanhã” (Edge of Tomorrow), filme de ficção científica realizado em 2014 por Doug Liman (O Muro), que teve como protagonistas Tom Cruise (Missão: Impossível – Fallout) e Emily Blunt (O Regresso de Mary Poppins).

Desta vez, a proposta foi apresentada por Matthew Robinson, contratado pelo estúdio para escrever o guião, com intenção de trazer de volta o realizador e as estrelas do primeiro filme.

Em maio de 2017, Liman revelou que o título da continuação seria “Live, Die, Repeat and Repeat”, baseado num guião do argumentista Christopher McQuarrie (A Múmia). Na altura, o cineasta disse que era uma história incrível e muito melhor que o primeiro filme, acrescentando que “A grande questão é quando faremos isto. Mas não é um se, é um quando”, esclareceu.

Desde então e com a equipa principal envolvida em outros projetos, nunca mais se ouviu falar do projeto. No entanto, a tarefa de reunir Liman, Cruise e Blunt continua difícil e a situação está praticamente igual à dos últimos anos, a não ser que o estúdio avance com outros nomes ou esteja a preparar uma data adequada para iniciar a produção.

Liman tem em pós-produção “Chaos Walking” e está anunciado para dirigir mais três projetos. Cruise está comprometido com as filmagens consecutivas do sétimo e oitavo capítulo da franquia “Missão Impossível”, que começarão a ser rodados depois de concluida a rodagem de “Top Gun: Maverick”, que o deverá ocupar até ao final de 2020. Por sua vez, Blunt estará na sequela de “Um Lugar Silencioso“.

A trama original revela um futuro próximo quando a Terra é invadida por uma impiedosa raça alienígena imbatível a qualquer unidade militar do planeta. O Major William Cage (Cruise) é um soldado inexperiente que nunca viveu um dia de combate. Quando, inesperadamente, é arrastado para a linha da frente, morre em escassos minutos mas entra inexplicavelmente numa repetição temporal que o força a reviver o brutal combate, lutando e morrendo vezes sem conta. Com isso, torna-se mais resistente e mais inteligente no combate, ao lado de Rita Vrataski (Blunt), uma guerreira das Forças Especiais.

Para já o projeto está vivo, mas poderão passar-se alguns anos até podermos ver nos cinemas ”No Limite do Amanhã 2″.

Artigos relacionados