“Taking Flight”: Madonna vai dirigir filme sobre uma orfã que se tornou uma estrela de ballet

Madonna, a Rainha do Pop, vai regressar às atividades cinematográficas para dirigir “Taking Flight”, inspirado numa história real e baseado no livro de memórias da bailarina Michaela Deprince com o título “Taking Flight: From War Orphan To Star Ballerina”. O projeto já estava em desenvolvimento na MGM desde 2015.

Adaptado por Camilla Blackett, o enredo estará centralizado em Deprince, uma orfã que viveu a sua infância na Serra Leoa, um país devastado pela guerra. Depois de ter sido adotada aos quatros anos e levada para os EUA, viria a tornar-se num bailarina de renome internacional.

A viagem de Michaela ressoou dentro de mim profundamente como artista e ativista que entende a adversidade. Temos uma oportunidade única para lançar luz sobre a Serra Leoa e deixar Michaela ser a voz de todas as crianças orfãs com as quais ela cresceu ao seu lado. Sinto-me honrada por dar vida à sua história”, disse a cantora.

Sobre a escolha de Madonna para a realização, Jonathan Glickman, presidente da MGM, comentou: “Não poderíamos estar mais entusiasmados com o fato de Madonna trazer essa notável história para o grande ecrã. Não há realizador mais adequado para contar a viagem de Michaela com paixão e sensibilidade. Estamos ansiosos para levar esse filme ao público de todo o mundo”, concluiu.

Esta será a terceira longa-metragem em que Madonna estará atrás da câmaras, depois de se ter estreado em 2008 com o a comédia “Sujidade & Sabedoria” e “W.E.” de 2011, que relatou a relação entre o Rei Eduardo VIII do Reino Unido e a divorciada americana Wallis Simpson. Os seus próximos projetos incluem co-escrever e dirigir uma adaptação cinematográfica de “The Impossible Lives of Greta Wells”, uma novela de Andrew Sean Greer.

Artigos relacionados