Resgate das crianças e treinador na gruta da Tailândia poderá ser contada num filme

Filme sobre o resgate na Tailândia

Terminou ontem (10) com êxito a terceira operação de resgate das 12 crianças e do treinador, que estiveram presos durante 18 dias na gruta inundada de Tham Luang, no norte da Tailândia. E a história já está na mira para ser contada num filme.

Segundo o Deadline, Michael Scott, CEO e sócio-gerente da Pure Flix, publicou um vídeo no Facebook a dizer que está naquele país asiático para garantir os direitos da história para a adaptar numa longa-metragem.

“Estamos aqui a ver isto como um filme que poderia inspirar milhões de pessoas em todo o mundo. Estamos apenas a testemunhar os eventos, reunindo alguns contatos e todo o material necessário para realmente contar uma história sobre o esforço internacional – com o mundo inteiro unido – para salvar 13 pessoas presas nesta gruta tailandesa”, diz Scott no clipe filmado perto da cena do resgate.

Scott, produtor da franquia “Deus Não Está Morto“, cujo terceiro filme estreou nos EUA em março deste ano, acrescentou: “É uma história incrível. Estou muito animado para isto.”

O fascinante drama tailandês faz lembrar o espantoso resgate dos 33 mineiros chilenos que ficaram presos a 2.300 pés de profundidade, durante 69 dias, em 2010. Esse incrível conto foi adaptado em “Os 33”, um filme de 2015 protagonizado por Antonio Banderas, Rodrigo Santoro e Juliette Binoche, que arrecadou nas bilheteiras mundiais cerca de 25 milhões de dólares.

Artigos relacionados