Produções portuguesas na programação da 69.ª edição da Berlinale

Filmes portugueses na Berlinale 2019

A programação completa só será anunciada à amanhã, dia 29 de janeiro, mas já é conhecida a representação portuguesa no 69º Festival Internacional de Cinema de Berlim, que vai decorrer na capital alemã de 07 a 17 de fevereiro.

Salvo alterações de última hora, Portugal estará representado com uma curta-metragem em competição, quatro obras nas secções Forum e Forum Expanded, uma série nos Drama Series Days, e um projeto e três profissionais no Berlinale Talents.

A curta-metragem “Past Perfect”, de Jorge Jácome, que vai ter a sua estreia mundial no festival, está entre os 24 filmes de 17 países que integram a secção competitiva do Berlinale Shorts, em disputa do Urso de Ouro e Prata, o Audi Short Film Award (com 20.000 euros) e uma indicação como candidato ao European Film Awards 2019.

Recorde-se que nesta secção Portugal já arrecadou o principal prémio em três ocasiões: “Rafa (2012)”, de João Salaviza, “Balada de um Batráquio (2016)”, de Leonor Teles e “Cidade Pequena (2017)”, de Diogo Costa Amarante.

Na secção não competitiva Forum vão estar presentes as obras “A Portuguesa”, de Rita Azevedo Gomes, e “Serpentário”, de Carlos Conceição, e no Forum Expanded vão ser exibidos “Forlandia Malaise”, de Susana de Sousa Dias, e “A Story From Africa”, de Billy Woodberry.

No Market Secreenings, da secção Drama Series Days, dedicada às séries, o audiovisual português vai estar presente pela primeira vez com a participação de “Sul”, de Ivo M. Ferreira.

No programa consta ainda o projeto “Aurora”, de João Vieira Torres, que vai ser exibido no DOC Station da Berlinale Talents, secção que contará com a presença da distribuidora Susana Santos Rodrigues, o ator Mauro Soares e o realizador Gonçalo Almeida, convidados a integrar a comitiva de talentos desta edição do festival.

Artigos relacionados