László Nemes volta a representar a Hungria nos Óscares 2019 com o novo drama “Sunset”

Sunset, drama de László Nemes                   mes

Depois de ter conquistado a estatueta dourada de Melhor Filme em Língua Estrangeira na edição de 2016 com “O Filho de Saul”, a Academia Húngara volta a apostar no realizador László Nemes para a corrida aos Óscares de 2019, como seu novo drama “Sunset” (Napszállta).

Esta segunda longa-metragem do cineasta está ambientada em Budapeste, à beira da Primeira Guerra Mundial, e mostra um mundo refinado em direção ao caos. Juli Jakab que fez parte do elenco do primeiro filme, interpreta desta vez Írisz Leiter, uma jovem órfã em tenra idade que chega a Trieste, em Budapeste, à procura de trabalho na elegante loja de chapéus que pertenceu aos seus pais. Rejeitada pelo novo proprietário, Mas Oszkar (Vlad Ivanov), a jovem é arrastada para um mistério em torno do seu irmão há muito perdido.

Segundo o realizador, “Sunset” aborda o colapso de uma civilização. No entanto, não conta uma história de decadência, mas de queda, e como, de um momento para outro, tudo pode cair do zénite.

Confira a lista dos filme já submetidos ao Óscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira de 2019.

O filme fez a estreia mundial este mês no Festival de Veneza, onde competiu pelo Leão de Ouro, sendo depois exibido no Festival de Toronto, que termina no próximo dia 16 de setembro. A estreia nos cinemas da Hungria está agendada para o dia 27, mas até ao momento não há previsões para as salas portuguesas.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *