“La Douleur”, drama de Emmanuel Finkiel, é o candidato de França aos Óscares 2019

La Douluer é o candidato França ao Óscar

O comité francês do Centro Nacional de Cinema escolheu o drama “La Douleur”, de Emmanuel Finkiel, para representar a França na corrida ao Óscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira.

O filme foi o preferido de uma lista de pré-selecionados em que constavam mais quatro filmes: “Climax”, Gaspar Noé, “Custódia Partilhada“, de Xavier Legrand, “Mademoiselle de Joncquières”, de Emmanuel Mouret e “Les Quatre Sœurs”, de Claude Lanzmann.

Confira a lista dos filme já submetidos ao Óscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira de 2019.

“La Douleur”, que atraiu quase 350.000 espectadores na França, é baseada numa história de Marguerite Duras sobre o regresso do seu marido Robert Antelme aos campos de concentração. Em junho de 1944, a França ainda está sob a ocupação alemã. O escritor Robert Antelme (Emmanuel Bourdieu), figura importante da Resistência, é preso em Compiegne e depois deportado para Buchenwald e Dachaue.

A sua jovem esposa Marguerite (Mélanie Thierry ), dilacerada pela angústia de não ter notícias dele, conhece Rabier (Benoît Magimel), um agente francês da Gestapo. Pronta para fazer qualquer coisa para encontrar o marido, envolve-se num relacionamento ambíguo com aquele colaborador nazi, apenas com a intenção de receber em troca informações sobre o paradeiro do marido e para o poder ajudar.

As submissões para o Óscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira encerram a 1 de outubro. Os nomeados serão revelados a 22 de janeiro e os vencedores conhecidos na cerimónia da 91ª edição dos Óscares a 24 de fevereiro de 2019.

Artigos relacionados