James Gray substituiu Matthew Vaughn na realização da adaptação de “Peregrino”

James Gray, que dirigiu em 2016 “A Cidade Perdida de Z” já está a preparar-se para um novo projeto. Segundo o Deadline, o cineasta foi contratado pela MGM para assumir o comando das filmagens de “I Am Pilgrim”, adaptação da trilogia do romance de espionagem de Terry Hayes, publicado em Portugal pela Topseller com o título “Peregrino”.

Em desenvolvimento há alguns anos, o projeto já teve anexado como realizador Matthew Vaughn (Kingsman: O Círculo Dourado), que o abandonou por desentendimentos com o estúdio. Classificado como a grande prioridade da MGM, a produção deverá começar quando Gray terminar a pós-produção do seu último trabalho, o thriller de ficção científica “AD Astra”.

A história está centrada em Peregrino, o codinome de um homem que não existe. Filho adotivo de uma rica família americana, dirigiu uma unidade secreta de espionagem dos EUA. Agora, na reforma, é chamado a emprestar a sua perícia para uma investigação incomum, mas, no final das contas, é apanhado numa corrida contra o tempo para salvar a América de várias ameaças.

O guião foi escrito pelo próprio Hayes, que nos seus créditos como argumentista estão incluídos dois filmes da saga “Mad Max” e títulos como “Limite Vertical (2000)” e “A Verdadeira História de Jack, o Estripador (2001)”.

Artigos relacionados