“J’ai Perdu Mon Corps”: Animação francesa foi a vencedora da Semana da Crítica do Festival de Cannes

J'ai Perdu Mon Corps venceu Semana da Crítica de Cannes 2019

“J’ai Perdu Mon Corps”, uma animação do argumentista e realizador francês Jérémy Clapin, recebeu o Grande Prémio Nespresso, a mais alta distinção atribuída ao vencedor da Semana da Crítica do Festival de Cinema de Cannes, que nesta edição foi presidido pelo colombiano Ciro Guerra (Pássaros de Verão).

O filme animado destacou-se pela sua mistura de humor mórbido e drama comovente, tendo como protagonista uma mão decepada. Depois de ter escapado de um laboratório de dissecação, está determinada a encontrar novamente o corpo do seu dono, Naoufel, um jovem apaixonado por Gabrielle.

Entre os premiados encontra-se o ator Ingvar E. Sigursson, pela sua interpretação no bem recebido filme do islandês Hlynur Palmason, “A White, White Day”, no qual dá vida a um policia viúvo numa busca obsessiva, recebendo o Prémio de Estrela em Ascensão Louis Roederer Foundation.

Na competição de curtas-metragens, o prémio Leitz Cine Discovery foi para as mãos do chinês Qiu Yang por “She Runs”, um retrato de uma dançarina júnior de aeróbica. A curta “Nuestras Madres”, do argumentista e realizador guatemalteco César Díaz, foi distinguida com o prémio Canal+

O prémio Gan Foundation para distribuidores foi concedido à francesa The Jokers Films, responsável pela distribuição de “Vivarium”, um pesadelo suburbano surrealista do realizador irlandês Lorcan Finnegan.

No ano passado, o vencedor da Semana da Crítica foi “Diamantino”, uma sátira surreal portuguesa, realizada por Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *