Divulgada a seleção oficial da 71ª edição do Festival de Cannes

Foram hoje anunciados os filmes que fazem parte da seleção oficial da 71º Festival de Cinema de Cannes, que decorre entre 8 e 19 de maio, incluindo 18 longas-metragens em competição pela Palma de Ouro. Na conferência de imprensa, o diretor de Cannes, Thierry Frémaux, afirmou que outros títulos podem ser anunciados ainda nos próximos dias.

Entre os títulos da competição oficial, cujo júri é presidido por Cate Blanchett, destaque para “BlacKkKlansman”, drama criminal de Spike Lee, que regressa a Cannes depois de ter concorrido em 1991 com “A Febre da Selva (1991), “Le Livre d’Image”, de Jean-Luc Godard, “Three Faces”, do iraniano Jafar Panahi e “Leto”, do russo Kirill Serebrennikov. Estes dois últimos constam da lista dos cineastas que serão convocados para estarem presentes nesta edição, apesar das pressões políticas que têm sofrido nos respetivos países.

Como já anunciado anteriormente, a abertura do prestigiado festival francês estará a cargo de “Todos Lo Saben”, o primeiro filme em espanhol do realizador iraniano Asghar Farhadi, que está também em competição.

A coprodução entre o Brasil, Portugal (Fado Filmes) e França, “O Grande Circo Místico“, de Cacá Diegues, com Nuno Lopes e Vincent Cassel, é única presença portuguesa e será exibida na secção Sessões Especiais, onde também está incluído “Papa Francisco: Um Homem de Palavra”, de Wim Wenders. Em estreia mundial e Fora da Competição está “Han Solo: Uma História de Star Wars“, spin-off da saga Guerra das Estrelas, de Ron Howard, para já a única produção “made in Hollywood”, talvez justificada pela ausência das produções da Netflix.

Seleção Oficial de Cannes 2018:

COMPETIÇÃO
– “Todos lo Saben”, de Asghar Farhadi (Filme de abertura)
– “Le Livre d’Image”, de Jean-Luc Godard
– “BlacKkKlansman”, de Spike Lee
– “Three Faces”, de Jafar Panahi
– “Zimna Wojna”, de Pawel Pawlikowski
– “Leto”, de Kirill Serebrennikov
– “En Guerre”, de Stephane Brizé
– “Dogman”, de Matteo Garrone
– “Asako I&II”, de Ryusuke Hamaguchi
– “Plaire Aimer et Courir Vite”, de Christophe Honoré
– “Les Filles du Soleil”, de Eva Husson
– “Ash Is Purest White”, de Jia Zhang-Ke
– “Shoplifters”, de Kore-Eda Hirokazu
– “Capharnaüm”, de Nadine Labaki
– “Beoning”, Lee-Chang Dong
– “Under The Silver Lake”, de David Robert Mitchell
– “Lazzaro Felice”, de Alice Rohrwacher
– “Yomeddine”, de A.B Shawky

UN CERTAIN REGARD
– “Border”, de Ali Abbasi
– “Sofia”, de Meyem Benm’Barek
– “Les Chatouilles”, de Andréa Bescond e Eric Métayer
– “Long Day’s Journey Into Night”, de Bi Gan
– “Manto”, de Nandita Das
– “À Genoux les Gars”,de Antoine Desrosières
– “Girl”, de Lukas Dhont
– “Gueule d’Ange”, Vanessa Filho
– “Euphoria”, de Valeria Golino
– “Mon Tissu Préféré”, de Gaya Jiji
– “Rafiki”, de Wanuri Kahiu
– “Die Stropers”, de Etienne Kallos
– “In My Room”, de Ulrich Kohler
– “El Ángel”, de Luis Ortega
– “The Gentle Indifference Of The World”, de Adilkhan Yerzhanov

SESSÕES ESPECIAIS
– “The State Against Mandela And The Others”, de Nicolas Champeaux e Gilles Porte
– “O Grande Circo Místico”, de Carlos Diegues
– “La Traversée”, de Romain Goupil
– “À Tous Vents”, de Michel Toesca
– “Les Âmes Mortes”, de Wang Bing
– “Papa Francisco: Um Homem de Palavra”, Wim Wenders
– “10 Years In Thailand”, de Aditya Assarat, Wisit Sasanatieng, Chulayarnon Sriphol e Apichatpong Weerasethakul

SESSÕES DA MEIA-NOITE
– “Arctic”, de Joe Penna
– “Gongjak”, de Yoon Jong-Bing

FORA DE COMPETIÇÃO
– “Le Grand Bain”, de Gilles Lellouche
– “Han Solo: Uma História Star Wars”, de Ron Howard

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *