Conheça todos os nomeados aos Prémios Sophia 2019 da Academia Portuguesa de Cinema

Nomeados aos Prémios Sophia 2019

Numa cerimónia realizada ontem na Cinemateca Portuguesa, a Academia Portuguesa de Cinema anunciou os nomeados para os Prémios Sophia 2019.

Parque Mayer”, de António-Pedro Vasconcelos, parte na linha da frente com 15 nomeações, incluindo Melhor Filme, Realizador, Argumento Original e nas categorias principais e secundárias de interpretação masculinas e femininas.

O segundo mais indicado foi “Pedro e Inês“, o filme de António Ferreira, que conseguiu 10 nomeações, mas que não estará na corrida para o prémio de Melhor Filme, categoria em que, além do citado “Parque Mayer”, também concorrem “Cabaret Maxime”, de Bruno de Almeida e “Raiva“, de Sérgio Tréfaut, ambos com 9 indicações. e “Soldado Milhões“, de Gonçalo Galvão Teles e Jorge Paixão da Costa, com 8 nomeações e outra para a série televisiva.

A cerimónia de entrega dos Prémios Sophia 2019, vai decorrer no dia 24 de março, no Salão Preto e Prata do Casino Estoril, com transmissão assegurada pela RTP2.

Confira a lista completa dos nomeados.

MELHOR FILME
– “Cabaret Maxime”
– “Parque Mayer”
– “Raiva”
– “Soldado Milhões”

MELHOR REALIZADOR
– António Ferreira (Pedro e Inês)
– António-Pedro Vasconcelos (Parque Mayer)
– Bruno de Almeida (Cabaret Maxime)
– Sérgio Tréfaut (Raiva)

MELHOR ATRIZ PRINCIPAL
– Ana Padrão (Cabaret Maxime)
– Daniela Melchior (Parque Mayer)
– Isabel Ruth (Raiva)
– Joana de Verona (Pedro e Inês)

MELHOR ATOR PRINCIPAL
– Adriano Carvalho (Vazante)
– Diogo Amaral (Pedro e Inês)
– Francisco Froes (Parque Mayer)
– Hugo Bentes (Raiva)

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
– Alexandra Lencastre (Parque Mayer)
– Ana Bustorff (Ruth)
– Beatriz Batarda (Colo)
– Carla Maciel (Parque Mayer)

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
– Adriano Luz (Raiva)
– Cristóvão Campos (Pedro e Inês)
– Dmitry Bogomolov (Carga)
– Miguel Guilherme (Parque Mayer)

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM LONGA-METRAGEM
– “Correspondências”, de Rita Azevedo Gomes
– “Doutores Palhaços”, de Helder Faria e Bernardo Lopes
– “Luz Obscura”, de Susana Sousa Dias
– “O Labirinto da Saudade”, de Miguel Gonçalves Mendes

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
– Bruno de Almeida e John Frey (Cabaret Maxime)
– Jorge Paixão da Costa e Mário Botequilha (Soldado Milhões)
– Leonor Pinhão (Ruth)
– Tiago R. Santos (Parque Mayer)

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
– António Ferreira e Glória M. Ferreira (Pedro e Inês)
Adaptado do livro “A Trança de Inês” de Rosa Lobato de Faria

– Carlos Saboga (O Caderno Negro)
Adaptado de “Livro Negro De Padre Dinis” de Camilo Castelo Branco

– João Milagre e Fátima Ribeiro (Aparição)
Adaptado a partir da obra de Virgílio Ferreira

– Sérgio Tréfaut e Fátima Ribeiro (Raiva)
Adaptado da obra “Seara de Vento” de Manuel da Fonseca

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
– José M. Afonso (Parque Mayer)
– Luís Pedro Madeira (Pedro e Inês)
– Manuel João Vieira (Cabaret Maxime)
– The Legendary Tigerman (Ruth)

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
– “Arabic Soul”, letra e música de Tomás Gomes (Colo)
– “Cudin”, composição de Miguel Moreira “Tibars” e Vasco Viana (Djon África)
– “Duelo Ao Sol”, composição de Xutos e Pontapés (Linhas de Sangue)
– “Liberdade e Alegria”, letra de António-Pedro Vasconcelos e música de José M. Afonso (Parque Mayer)

MELHOR SOM
– Olivier Blanc e Bruno Tarrière (Raiva)
– Pedro Melo, Branko Neskov, Ivan Neskov e Elsa Ferreira (Soldado Milhões)
– Pedro Melo e Miguel Martins (Cabaret Maxime)
– Vasco Pedroso, Branko Neskov e Elsa Ferreira (Parque Mayer)

MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
– Acácio de Almeida (Raiva)
– José António Loureiro (Soldado Milhões)
– Paulo Castilho (Pedro e Inês)
– Rui Poças (Zama)

MELHOR DIREÇÃO ARTÍSTICA
– Clara Vinhais (Parque Mayer)
– Isabel Branco (O Caderno Negro)
– Joana Cardoso (Soldado Milhões)
– João Torres (Cabaret Maxime)

MELHOR GUARDA-ROUPA
– Joana Cardoso (Soldado Milhões)
– Lucha D’Orey (Ruth)
– Maria Gonzaga (Parque Mayer)
– Sílvia Grabowski (Pedro e Inês)

MELHOR MAQUILHAGEM E CABELOS
– Abigail Machado e Mário Leal (Parque Mayer)
– Emmanuelle Fèvre (Raiva)
– Maria José Silvestre (Ruth)
– Nuno Esteves ‘Blue’ (Cabaret Maxime)

MELHOR MONTAGEM
– António Ferreira (Pedro e Inês)
– Bruno De Almeida e Pedro Ribeiro (Cabaret Maxime)
– João Braz (Soldado Milhões)
– Pedro Ribeiro (Parque Mayer)

MELHOR EFEITOS ESPECIAIS/CARACTERIZAÇÃO
– Filipe Pereira e Manuel Jorge (Soldado Milhões)
– Júlio Alves (Pedro e Inês)
– Olga José (Carga)
– Rita De Castro e Nuno Esteves “Blue” (Linhas de Sangue)

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM
– “Kids Sapiens Sapiens”, de António Aleixo
– “Pele de Luz”, de André Guiomar
– “Russa”, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr.
– “Sombra Luminosa”, de Mariana Caló e Francisco Queimadela

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO
– “Agouro”, de David Doutel e Vasco Sá
– “Entre Sombras”, de Mónica Santos e Alice Guimarães
– “Porque É Este O Meu Ofício”, de Paulo Monteiro
– “Razão Entre Dois Volumes”, de Catarina Sobral

MELHOR CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO
– “Aquaparque”, de Ana Moreira
– “Como Fernando Pessoa Salvou Portugal”, de Eugène Green
– “Sleepwalk”, de Filipe Melo
– “Terra Amarela”, de Dinis M. Costa

MELHOR SÉRIE/TELEFILME
– “3 Mulheres”
– “Circo Paraíso”
– “Sara”
– “Soldado Milhões”

PRÉMIO SOPHIA ESTUDANTE
– “Bruma”, de Sofia Cachim, Daniela Santos, Gabriel Peixoto e Mónica Correia
Escola das Artes – Universidade Católica Portuguesa

– “No Fim do Mar”, de João Monteiro
ESAP – Escola Superior Artística do Porto

– “O Chapéu”, deAlexandra Allen
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

– “Terra Ardida”, de Francisco Romão
ETIC – Escola de Tecnologias Inovação e Criação

PRÉMIO SOPHIA CARREIRA 2019
– Pedro Efe
– Lia Gama

Artigos relacionados