“Chucky, o Boneco Diabólico”: Remake foi reativado e está a ser desenvolvido na MGM

Lars Klevberg vai dirigir remake de Chucky, o Boneco Diabolico

A Metro-Goldwyn-Mayer tem em desenvolvimento um remake de “Chucky, o Boneco Diabólico” (Child’s Play), filme de 1988, um desejo antigo do estúdio que foi agora reativado e que será produzido por David Katzenberg e Seth Grahame-Smith, produtores que estiveram envolvidos na mais recente adaptação de “It“.

A nova versão será dirigida pelo norueguês Lars Klevberg, responsável pelo filme de terror “Polaroid” que deveria ser lançado nos cinemas no ano passado, mas devido à falência da The Weinstein Company, a produção ainda não tem qualquer data definida para a estreia.

Os detalhes sobre o guião escrito por Tyler Burton Smith ainda não foram revelados, mas segundo algumas fontes poderá ser um reinício contemporâneo envolvendo um grupo de crianças e um boneco tecnologicamente avançado, sendo provável que o novo brinquedo tenha um novo nome, em vez de Chucky.

No filme original dirigido por Tom Holland, a história está centrada em Charles Lee Ray, um serial killer que antes de morrer num tiroteio com a polícia, utiliza os seus conhecimentos de vodu e transfere a sua alma para um boneco. O brinquedo foi então comprado por uma mãe como presente para o seu filho, exatamente o que o assassino precisava, um corpo de uma criança para se manter vivo.

Este é um novo projeto independente da franquia desenvolvida ao longos dos últimos 30 anos por Don Mancini, o criador do personagem e argumentista dos sete filmes produzidos até ao momento, com a realização dos três últimos a seu cargo. Mancini também revelou há poucos dias que está a trabalhar numa versão televisiva de Chucky.

A MGM tem o projeto a todo o vapor e pretende começar a produção do novo filme no próximo mês de setembro, em localizações de Vancouver. A data de estreia ainda não foi anunciada.

Artigos relacionados