Antoine Fuqua novamente em negociações para dirigir a nova versão de “Scarface”

Mais de um ano depois de ter abandonado a realização do remake de “Scarface”, devido a conflitos de agenda, Antoine Fuqua poderá estar mais uma vez a caminho de assumir o comando do projeto. Segundo o Deadline, o realizador esta novamente em conversações com a Universal Pictures para filmar esta nova versão contemporânea.

“Scarface”, que estava inicialmente marcado para estrear nos cinemas a 10 de agosto, segue atualmente sem qualquer data definida. Depois da desistência de Fuqua, a Universal assegurou os serviços de David Ayer, realizador de ‘Fúria‘ e ‘Esquadrão Suicida‘, cineasta que também acabou deixar o projeto à deriva.

Devido a todas as mudanças na programação, já não há certezas se Diego Luna (Linha Mortal) continua anexado ao filme para o papel principal, como quando foi anunciado na mesma data em que Fuqua anunciou o seu abandono.

Fuqua tem em pós-produção a sequela de “The Equalizer – Sem Misericórdia” e está pronto para começar a filmar um documentário ainda sem título sobre o pugilista Muhammad Ali.

Esta é a terceira adaptação ao cinema do livro de Armitage Trail, fortemente inspirado na vida real do gangster Al Capone, cujo apelido era “Scarface”. Desta vez, a história terá segmentos diferentes dos anteriores e vai ser atualizada para a Los Angeles dos dias de hoje, abordando o submundo do crime originado pelos imigrantes nos EUA.

A primeira chegou aos cinemas em 1932, intitulada em Portugal como ‘Scarface, o Homem da Cicatriz’, foi realizada por Howard Hawks e Richard Rosson, com Paul Muni no papel de um imigrante italiano tentando a sua sorte na Chicago dos anos 1920. Em 1983, Brian De Palma dirigiu um novo filme, ‘Scarface – A Força do Poder’, com argumento de Oliver Stone, com Al Pacino no papel do criminoso Tony Montana, um épico sobre imigração e crime.

Artigos relacionados