Ansel Elgort, Miles Teller e Harry Styles estão entre os candidatos para interpretar Elvis Presley

Ansel Elgort, Miles Teller e Harry Styles candidatos para interpretar Elvis Presley

A cinebiografia de Elvis Presley entrou na fase de escolha do ator que interpretará o icónico rei do rock. Segundo o Deadline, o realizador Baz Luhrmann está a testar um grupo de jovens atores para o papel, que neste momento se resumem a quatro candidatos.

Os pretendentes a dar vida ao famoso cantor no grande ecrã são Ansel Elgort, Miles Teller, Harry Styles e Austin Butler. O escolhido deverá ser conhecido dentro de algumas semanas e juntar-se-á a Tom Hanks, já confirmado como o empresário de Elvis, o “coronel” Tom Parker, que o descobriu quando ele era ainda um desconhecido, sendo também o responsável pelo contrato de gravação do famoso cantor com a RCA e a sua carreira de sucesso.

Elgort destacou-se no filme “A Culpa é das Estrelas” e foi o protagonista de “Baby Driver – Alta Velocidade“, tendo também nos seus créditos participações na saga “Divergente”. Este ano será visto na adaptação de “O Pintassilgo” e já se encontra a filmar o remake de “West Side Story” de Steven Spielberg.

Também integrante do elenco dos três filmes da franquia “Divergente”, Teller foi visto nos nossos cinemas em 2017 com o drama de ação “Só Para Bravos“. No próximo ano estará de regresso com “Top Gun: Maverick“, ao lado de Tom Cruise.

Talvez menos conhecido, Butler, além de ator também é cantor. E nos seus mais recentes créditos no cinema encontram-se “Os Mortos Não Morrem“, de Jim Jarmusch, que se encontra em cartaz nas salas portuguesas, e “Era Uma Vez em… Hollywood“, filme de Quentin Tarantino, que estreia em Portugal no dia 1 de agosto.

Finalmente temos Styles, conhecido membro da boy band britânica “One Direction”, que apesar de ter ainda pouca experiência na área da interpretação, pois até à data apenas participou em “Dunkirk“, talvez possa ser o grande candidato a dar vida à lenda do Rock’n Roll devido à sua sólida carreira musical.

Com os talentosos nomes envolvidos, a escolha não será fácil para Luhrmann, que escreveu o guião com Craig Pearce, que contará a relação entre o veterano gerente e o jovem cantor, que veio de origens pobres para se tornar na icónica estrela que mudou o curso da música.

Artigos relacionados