8ª edição do FESTin vai decorrer em Lisboa de 1 a 8 de março

Vai decorrer entre os dias 1 e 8 de março, no cinema São Jorge e no Instituto Cervantes, em Lisboa, a 8ª edição do FESTin – Festival de cinema Itinerante da Língua Portuguesa, evento organizado pela ASCULP – Associação Cultura e Cidadania da Língua Portuguesa.

As produções cinematográficas dos nove países da comunidade dos países em língua portuguesa voltarão a marcar presença no FESTin 2017, em que as temáticas femininas estarão em destaque na programação e nos eventos paralelos.

‘O Outro Lado do Paraíso’, drama brasileiro de Andre Ristum, é o filme de abertura do festival e ‘Elis’, filme sobre a ícone da música popular brasileira Elis Regina, terá as honras de encerramento, em pleno Dia Internacional da Mulher.

Nesta edição, estarão em competição 9 longas-metragens, 6 documentários e 18 curtas-metragens. Confira os títulos:

COMPETIÇÃO LONGAS-METRAGENS
– ‘A Floresta das Almas Perdidas’, de José Pedro Lopes
– ‘Animal Político’, de Tião
– ‘Big Jato’, de Cláudio Assis
– ‘BR 716’, de Domingos de Oliveira
– ‘Comeback’, de Erico Rassi
– ‘Para Ter Onde Ir’, de Jorane Castro
– ‘Prova de Coragem’, de Roberto Gervitz
– ‘Quase Memória’, de Ruy Guerra
– ‘Uma Vida à Espera’, de Sérgio Graciano

COMPETIÇÃO DOCUMENTÁRIOS
-‘As Incríveis Histórias de um Navio Fantasma’, de André Bomfim
– ‘Avô Crocodilo’, de Francisco Rosas
– ‘Curumim’, de Marcos Prado
– ‘O Próximo Samba’, de Marcelo Lavandoski
– ‘Todos’, de Marilaine Castro da Costa e Alberto Cassol
– ‘Um Sonho Soberano’, de Gonçalo Portugal Guerra

COMPETIÇÃO CURTAS-METRAGENS
– ‘Ana Crónica’, de Luís Queiroga Ferraz
– ‘Dia dos Namorados’, de Roberto Burd
– ‘Kuru’, de Francisco Antunez
– ‘O Autor’, de Rui Neto
– ‘Os Filhos de Terpsícore’, de Santiago Barreiro
– ‘Rosinha’, de Gui Campos
– ‘Aquário de Antígona’, de Alceu Bett
– ‘Aqui e Não Lá’, de Diogo Pereira
– ‘O Dia do Meu Casamento’, de Anabela Moreira e João Canijo
– ‘Quatro Cartões para Marta’, de Hernán Talavera
– ‘Um + Um = 0’, de Nuno Barreto
– ‘A Instalação do Medo’, de Ricardo Leite
– ‘A Velha’, de Kit Menezes
– ‘Água, Um Direito De Todos’, de Demba Sanhá
– ‘O Mesmo Nada’, de Andréa Prado
– ‘The Social Girl ‘, de Luis Rodrigues
– ‘Universo Preto Paralelo’, de Rubens Passaro
– ‘Viúva Alegre’, de Luis Antonio Pereira